terça-feira, 30 de junho de 2009

NEWS DA MEGA ARTESANAL 2009

Pessoal, eu fui hoje na Mega.

Como era dia de lojista, estava suuuuuper calmo, corredores com muiiiito lugar para andar. Estava legal, mas não vi muito novidade. A única coisa que vi diferente, é que vem feltro estampado por aí, mas por enquanto só com desenho de pele de animais.

Para quem é de SP, a grande maioria dos stands são de grandes lojas de material artesanal, que existem na cidade - Casa do Restaurador, Oficina Paulista (3 stands), Casa da Arte, Scrap Sampa, Casa da Madeira, Armarinhos Santa Terezinha, Piter Paiva, que o stand mais elaborado da feira e super bem cuidado. Mais muitos stands de resina, biscuit, madeira etc etc. Não tem muita coisa de patch. Só vi um stand de tecido importado (mega caro!!!! R$ 45/metro) e um micro loja da Niazi, com meia dúzia de tecidos.

Para quem vem de fora de SP, o bom, é que não precisa ficar atravesando SP, tem tudo no mesmo lugar. Pra quem é de Sampa, vale o passeio, mas não vejo vantagem em gastar uma grana lá, até pq não tem nenhum preço especial da feira.

As coisas mais diferentes estão nos stands menores. A nossa amiga Lu Gastal e a Mara Porto estão com um stand lá cheio de coisas fofas.
Tem outros ateliês tb com coisas bem bacanas.

Um stand que tem coisas legais, é o da Semeart, que tem stand no Ceasa aqui de SP, mas o stand está tãoooo apertado, que vazio não dá para entrar, imagina cheio.

De fora de SP, amei o stand do Duna Ateliêr de Blumenau. Eles vendem material de pintura country e foi o único que vi coisas de madeira diferentes do que acho nas lojas aqui de SP. O legal é quem estão abrindo um representando em S. Bernardo do Campo.

Ah, e uma dica: o tal ônibus, não está saindo muito perto da estação, mas há uns 3 quarteirões de lá, pro lado do terminal de ônibus. Não sei se vai melhorar, mas não tem nenhuma sinalização, nem no caminho, nem no local de saída. Deu para achar pelo movimento de pessoas. Espero que eles melhorem isso.

Amanhã é dia de Senac.

Bjs !

5 comentários:

Babi disse...

Oi querida, pretendo ir a feira sábado, e foi muito boa essa sua primeira impressão!!
Bjs!

Etiene disse...

Eu fui na feira também. Concordo com você sobre o que disse. Eu já conhecia a Duna Atelie, mas não conhecia as peças da Faby Arts. Achei maravilhosas!!! Uma coisa que achei chata é que tem lugares que não deixam fotografar! Mesmo lojas que não tem site, e pra mim que moro no paraná fica um pouco difícil.. Uma feira nacional mas com lojas que não posso continuar tendo contado (apenas por telefone?).

Tou querendo começar a costurar e faz pouco tempo que entrei no mundo do artesanato, então pra mim a feira foi bem proveitosa. Inclusive porque abri um ateliê também, então deu preu pegar contatos bacanas.

Outras coisas interessantes que achei por lá:

O índio que faz artesanatos delicados com cerâmica (comprei o marcador de página - 2 por 5 reais).

O garoto que pinta com a boca, também é interessante conhecer e ajudar.

Algumas telas expostas são lindas!

Um produto portátil da bosh que lixa madeira e não é caro!

Cuidado com o rapaz que está demonstrando tipo uma "pistola" de tinta. Ele é assanhado.

Pra quem não é SP e vai de avião, acho que vale uma dica: A feira fica "perto" do aeroporto de Congonhas. Quem chega por Guarulhos, tem ônibus de graça das companhias aéreas que levam até o outro aeroporto. De lá, fica tranquilo pegar um táxi, vai sair 26 reais no máximo. E se estiver em mais de uma pessoa, melhor ainda. :)

Acho que me empolguei pra falar, haha.

Beijos

Jabutica Loira e Feliz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Etiene disse...

Aé, outra coisa: quem é lojista e fizer o cadastro, vai valer pro ano que vem também. Daí não precisa ficar na fila, entra direto.

Achei que ficou um pouco desorganizada essa história. Porque fiz o cadastro pela internet e não recebi o tal do "convite vip" e tive que ficar na fila. Na verdade acho que quase ninguém recebeu, porque tava todo mundo reclamando e a fila tava gigantesca. Mas como vc disse, a maioria estava calma e animados!

Uma coisa engraçada que me aconteceu, parecido com essa coisa de não poder fotografar é que conheci bastante gente de lugares diferentes mas as pessoas tinham receio de trocar fotos, ou vídeos.. fiquei surpresa pq acho que no artesanato tem espaço pra todo mundo e não tem pq ficar com medo dessas coisas. Sei lá.

Me empolguei de novo.

Lau disse...

Obrigada pela visita!

Etiene, a parte de cadastro estava meio bagunçada mesmo. Depois no andar do dia parece que normalizou.
Essa coisa de fotografar, é assim mesmo, cada um tem uma modo de agir.

Bjs !